Notícias de Registro - SP

Programa Minha Casa Minha Vida Jardim Virgínia recebe mais de 2.500 inscrições

Data: . - Registro

Famílias lotaram o Ginásio Mario Covas para acompanhar o sorteio das casas no sábado, 28 de junho

Solange Freitas sofre de epilepsia e precisa pagar aluguel. Já chegou a ficar para suplente em outros sorteios e nunca perdeu a esperança de ter sua casa própria. No sábado, 28 de junho, ela não conteve a emoção ao ser a primeira sorteada para uma das 114 casas do Programa Minha Casa Minha Vida do Jardim Virgínia. "Eu estava esperando tanto! É uma alegria enorme!", afirmou Solange. Cerca de 5 mil pessoas lotaram o Ginásio Mario Covas para acompanhar o sorteio das casas.
O Programa recebeu a inscrição de 2.545 famílias para as 114 unidades. Além do prefeito Gilson Fantin e da primeira-dama Maria Amelia, o sorteio contou com a participação de vereadores e da equipe do setor de Habitação da Prefeitura. Funcionários de outras Secretarias também ajudaram na realização do evento. Pela primeira vez o processo foi informatizado, oferecendo mais agilidade ao sorteio.
"Todos têm o direito de ter um lar para sua família. Além das casas do Jardim Virgínia, temos mais 800 casas sendo construídas no Agrochá, 200 que serão feitas no Bloco D 3 e já garantimos outras 350 moradias", afirmou o prefeito. Fantin pediu que todos valorizem as casas e denunciem se houver irregularidade. "Queremos que essas casas sejam destinadas a quem realmente precisa. Desde que assumimos a administração, 59 casas populares já foram denunciadas por irregularidade e estão na Justiça, para que possam ser tomadas de volta", disse Fantin.
O prefeito pediu cuidado especial para que o encaminhamento do processo seja feito com muito critério, para que as moradias sorteadas contemplem aqueles que realmente necessitam. Das 114 casas do Jardim Virgínia, 7 foram destinadas para pessoas com deficiência e outras 7 para idosos. Na urna geral, que inclui também mulheres chefes de família e moradores de áreas de risco, foram sorteadas 100 pessoas. Os critérios para seleção do Programa foram determinados pela Portaria do Ministério das Cidades (nº 595 de 18 de dezembro de 2013).
As famílias sorteadas terão até sexta-feira, 4 de julho, para apresentar todos os documentos exigidos pelo Banco do Brasil, que está financiando a construção das casas. A análise da documentação será realizada pelo banco junto com a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal.