Notícias de Ilha Comprida - SP

Professores indígenas de Iguape/SP salvam gavião Carcará de predadores naturais

Data: . - Ilha Comprida

Técnicos do município da Ilha foram acionados para encaminhamento da ave

gaviao-salvo-e-encaminhado-para-tratamento-sam0614No sábado 19/07, os professores Indígenas Auá Nimbole Samuel dos Santos e sua esposa Simone Beatriz Bottega, da Aldeia Guarani localizada em Iguape, resgataram um gavião Carcará com a asa esquerda machucada. Eles acionaram técnicos ambientais do município de Ilha Comprida e voluntários da ONG Amigos do Mar/ONG COATI JURÉIA para os procedimentos de recuperação da ave.

Segundo o técnico ambiental Cristian Negrão, do município da Ilha, a ave machucou a articulação da asa e foi encaminhada ao Centro de Triagem de Animais Selvagens (CETAS)- UNIMONTE de São Vicente, para o médico veterinário e biólogo responsável, Dr. Nereston Josias de Camargo, na esperança que seja tratada e possa retornar ao seu habitat natural. Se não recebesse cuidados, a ave estaria em risco em razão dos predadores naturais.

O transporte ocorreu com a viatura de resgate de Animais Marinhos mantida pela Ong Coati/Juréia e município da Ilha. O gavião Carcará é uma ave altiva, imponente e forte, conhecida por sua excepcional visão e coragem, longo raio de ação e controle do território onde habita. Seu comprimento varia de 50 a 60 cm, e sua envergadura chega a 123 cm. Ocorre da Flórida (EUA) à Terra do Fogo (Argentina/Chile) bem como no Brasil. Está ameaçado de extinção pela destruição de seu habitat natural e pela caça indiscriminada.

ATOBÁ EM TRATAMENTO

Também uma ave atobá adulta deverá ser encaminhada ao Orquidário Municipal de Santos. Encontrada na Ilha, ela foi hidratada e alimentada por integrantes das ONGs Amigos do Mar e COATI JURÉIA por doze dias e passará por análises para ser devolvida ao seu habitat natural, o mar.