Notícias de Iguape - SP

2º Festival da Cidadania exalta os valores históricos e culturais do Vale do Ribeira junto aos alunos da rede municipal

Data: . - Iguape

festival-cidadaniaviagem-cultural-a-iguape-4Além do quadro do magistério municipal, participam 5.974 estudantes de 48 escolas municipais, neste projeto que finaliza sua primeira etapa em grande estilo, em meio à programação do Festival de Arte para Crianças

Fomentar a cidadania nos estudantes da rede municipal, por meio de um suporte artístico, as secretarias municipais de Educação e de Cultura, Lazer e Turismo realizam a segunda edição do Festival da Cidadania.

A iniciativa envolve 5.974 estudantes das 48 unidades escolares do Município em uma oportunidade de pensar sobre valores, atitudes e despertar a consciência sobre a sua relação com o meio em que vivem e com a comunidade.

“O projeto tem como objetivo, através de uma série de atividades na escola, e também fora dela, fomentar uma visão criteriosa de respeito à vida, contribuindo sobremaneira com o processo de inserção desse público na sociedade”, destacou a Secretária de Educação, Simone Patrícia Castilho Cunha.

Para isso, os professores da rede municipal já participam de workshops com o historiador Carlos Júnior, com o tema: “Vale do Ribeira – O processo histórico e seus reflexos” - que retratam a história e a cultura das cidades da região. O primeiro encontro ocorreu no dia 26 de agosto, no Teatro Wilma Bertelli. O próximo está previsto para o dia 16 de setembro.

Além disso, os educadores estão em expedição pelos municípios em viagens culturais como parte do projeto “Olhar sobre o Vale”. Iguape e Ilha Comprida já foram visitadas. A Caverna do Diabo, em Eldorado, Iporanga, Cananéia e uma Comunidade indígena de Pariquera-Açu serão os próximos destinos.

“Com tudo que estão aprendendo e vivenciando, os professores desenvolverão de uma forma divertida e inteligente atividades lúdicas e discussões para envolver as crianças nessa redescoberta. A ideia é despertar nos alunos o interesse pelas questões que envolvem a relação com a sua história e o local em que vivem”, afirmou Simone.

Com o tema ‘O Vale do Ribeira - Riquezas históricas e culturais’, o festival está dividido em duas etapas. A primeira consiste em uma série de tarefas desenvolvidas pelos alunos, sob a coordenação dos professores, com atividades baseadas em princípios norteadores, tais como: ‘a cidadania’ - por meio de trabalhos em equipe, fazendo com que todos se integrem e participem ativamente; ‘o envolvimento da comunidade’ - (crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos) em torno de uma busca comum, e ‘o resgate histórico, cultural e a tradição do Vale do Ribeira’ - com ênfase na grande riqueza histórica e cultural dos municípios da região, explicou a Coordenadora de Projetos Educacionais, Cilze Guedes.

Uma das tarefas que professores e alunos ficarão incumbidos de realizar é a confecção de colchas de retalhos, baseada na palavra “SOLIDARIEDADE”. O material produzido será doado para entidades assistenciais sugeridas pelas próprias escolas.

Além disso, haverá uma exposição de trabalhos artísticos que expressem a cultura, história e a tradição da cidade tema que cada escola representa. Os trabalhos ficarão à disposição do público no Complexo Cultural K.K.K.K.

O projeto finalizará em grande estilo junto com o Festival de Arte para Crianças, em uma apresentação pública a ser realizada no dia 11 de outubro, com uma ampla programação de atividades culturais e apresentações artísticas de dança, música ou teatro.  

“Este projeto, que une diversas linguagens artísticas e cidadania é uma grande oportunidade de mostrar as riquezas do nosso Vale do Ribeira. Com essas atividades e apresentações pretendemos oferecer aos professores e alunos ocasiões que permitam, de forma divertida e educativa, reconhecer em nossa região todo o significado de uma história tão rica e cheia de reflexos nos nossos dias. Estreitar esses laços entre os alunos e o local em que vivem é o nosso grande desafio”, relatou o Diretor Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Carlos Junior.