Festas e eventos em Registro - SP

Grandes atrações na programação da Virada Cultural Paulista em Registro

Data: . - Registro

Apresentações gratuitas de música, dança, cinema e teatro serão nos dias 31 de maio e 1º de junho

 
 
Artistas consagrados em diversos estilos estão entre as atrações escaladas para a Virada Cultural Paulista 2014 – ao todo, o público poderá conferir mais de 970 apresentações nas 28 cidades participantes. Em Registro, a Virada Cultural será nos dias 31 de maio e 1º de junho e contará com atrações de dança, cinema, teatro, circo e música.
 
Promovido pelo Governo do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura de Registro, Museu da Imagem e do Som (MIS) e SESC-SP, o evento abre a oportunidade de assistir a espetáculos de diversas linguagens artísticas, transformando a cidade em um verdadeiro polo cultural. "Esperamos receber visitantes de todos os municípios da região para prestigiar os grandes nomes da música popular, como Paula Lima, Otto e Ultraje a Rigor. Sem contar nos espetáculos teatrais, as sessões de cinema e as atrações de dança e circo, que também devem atrair um grande público ao nosso município", comenta o prefeito Gilson Fantin.
 
Gilson lembra que grandes eventos culturais movimentaram a cidade nos últimos dias, como o Festival de Teatro Abril pra Cena, a Roda de Violeiros e o Circuito SESC de Artes. "Desenvolvimento com qualidade de vida passa pelo acesso à cultura e ao entretenimento, por isso estamos sempre em busca de parcerias para viabilizar espetáculos e shows de qualidade em Registro", diz o prefeito.
A Virada Cultural Paulista foi trazida ao município pela primeira vez no ano passado, quando atraiu milhares de pessoas à Praça Beira Rio. Este ano a programação está novamente imperdível: além da cantora Paula Lima, que já encantou plateias de todo o mundo e apresentará em Registro o show "O Samba é do Bem", a Virada traz o cantor Otto, que vai celebrar os 40 anos do álbum "Canta Canta, Minha Gente" (1974), de Martinho da Vila, com uma homenagem ao sambista.
 
Já Karol Conka apostará no repertório do seu primeiro álbum, "Batuk Freak", que mistura batidas graves e pesadas a ritmos regionais. Ainda na música, o Ultraje a Rigor promete levantar o público com as letras bem humoradas e o ritmo acelerado comum de seus shows. A programação contará ainda com atração regional. A banda Packaw e a Nave apresentará um repertório formado por músicas de artistas que influenciaram sua carreira, como Zé Ramalho, Raul Seixas, Chico Science e Chico Buarque, além de apresentar canções autorais inéditas e antigos sucessos ao público.
 
APLICATIVO
As atrações da Virada Cultural Paulista serão apresentadas no palco externo na Praça Beira Rio e também no Teatro Wilma Bertelli. Toda a programação estará acessível ao público por meio de um aplicativo para telefones celulares, desenvolvido em parceria com o portal Catraca Livre e a Fábrica de Aplicativos. O App contém a grade de programação de cada uma das 28 cidades participantes.
 
No aplicativo, que pode ser baixado em poucos segundos, é possível visualizar a lista de cidades por data de participação na Virada, a lista dos palcos e espaços de apresentação de cada município e a grade completa de programação em cada espaço. O app também dá acesso às informações, fotos e vídeos postados no Facebook oficial da Virada Cultural Paulista (www.facebook.com/ViradaSP). Para baixar o app, basta digitar este endereço no navegador do celular: app.vc/viradapaulista.
 
 
 
PROGRAMAÇÃO*
 
 
SÁBADO – 31 DE MAIO
 
PALCO INTERNO - Teatro Wilma Bertelli
Endereço: Rua Miguel Aby-Azar, nº 53
 
18h00 – Vinícius Piedade – "4 Estações" [teatro]
20h00 – Grupo de Pífanos Flautins Matuá "Fuá na Cidade" [cultura popular]
21h30 – Chemical Funk – "Danças Urbanas – Locking" [dança]
23h00- Gus Fernandes – "Entre outros" [stand-up]
 
 
PALCO EXTERNO – Praça Beira Rio
Endereço: Rua Seiji Sumida, s/nº
 
19h00 – DJ Rafa Barreto [música]
19h30 – Packaw e a Nave [música]
20h30 - Curtas Pontos MIS – "Amor de Thanatos" / "Nina" [cinema]
21h00 – Orquestra Contemporânea de Olinda [música]
22h00 - Curtas Pontos MIS – "Um Dia… E Logo Depois Um Outro" / "Moto-Perpétuo" [cinema]
22h30 – Karol Conka "Batuk Freak" [música]
23H30 - Curtas Pontos MIS – "Linha do Mar" [cinema]
0h00 – Ultraje a Rigor [música]
 
 
DOMINGO – 1º DE JUNHO
 
PALCO INTERNO - Teatro Wilma Bertelli
Endereço: Rua Miguel Aby-Azar, nº 53
 
11h00 - Kevin Iwassaki e Jorge Pantojas "Divertindo e Encantando Num Passe de Mágica" [circo]
14h00 - República Ativa de Teatro "A Bruxinha Que Era Boa" [teatro infantil]
16h00 - Coletivo Amarelo Croata – "Minueto de Spray para Baixo" [performance]
 
PALCO EXTERNO – Praça Beira Rio
Endereço: Rua Seiji Sumida, s/nº
 
15h00- DJ Rafa Barreto
15h30 – Banda Paralela [música]
16H30 – Curtas Pontos MIS – "Destimação" / Paleolito" [cinema]
17h00 - Paula Lima "O Samba é do Bem" [música]
18h00 - Curtas Pontos MIS – "O Gigante" / "A Ilha" [cinema]
18h30 - Otto "Canta Canta Minha Gente" [música]
 
*A programação está sujeita a alterações em função de imprevistos.
 
 
 
SINOPSES
 
VINÍCIUS PIEDADE - "4 ESTAÇÕES"
Quatro histórias são encenadas por uma atriz e um ator, cada uma com uma proposta estética própria, indo do humor escrachado ao drama existencial, mas com alguns pontos de contato.
Duração: 70 minutos | Classificação indicativa: 14 anos
 
GRUPO DE PÍFANOS FLAUTINS MATUÁ
Formado há dez anos, o Grupo de Pífanos Flautins Matuá atua em pesquisas e criações artísticas inspiradas nas danças, nos ritmos e nos instrumentos musicais da cultura popular brasileira.  Utilizando o pífano como elemento central do trabalho, o grupo leva o público a participar de uma viagem pelo imaginário tradicional brasileiro.
Duração: 50 minutos | Classificação indicativa: Livre
 
CHEMICAL FUNK – "DANÇAS URBANAS – LOCKING"
Divertido e inovador, "Danças Urbanas – Locking" envolve o espectador de uma forma dinâmica e descontraída, permitindo ao público se identificar com suas coreografias e personagens. Por meio de esquetes lúdicas e educativas, o grupo Chemical Funk ilustra o surgimento e a trajetória da dança Locking, que atravessa décadas influenciando várias gerações.
Duração: 45 minutos | Classificação indicativa: Livre
 
GUS FERNANDES – "ENTRE OUTROS"
O ator e humorista Gus Fernandes fez parte da primeira temporada do programa "Comedy Central" e apresentará a segunda, que está em gravação. No teatro, participou do espetáculo "Nany People Salvou Meu Casamento". Já foi entrevistado duas vezes por Jô Soares e Danilo Gentili, o último nos programas "Agora é tarde" e "The Noite".
 Duração: 50 minutos |Classificação indicativa: 14 anos
 
KEVIN IWASSAKI E JORGE PANTOJAS - "DIVERTINDO E ENCANTANDO NUM PASSE DE MÁGICA"
Um clown tenta aprender truques com um mágico muito habilidoso. Porém, as "aulas" terminam em muita diversão e confusão, com essa dupla que promete fazer a alegria de todas as crianças e também dos adultos.
Duração: 50 minutos |Classificação: Livre
 
REPÚBLICA ATIVA DE TEATRO - "A BRUXINHA QUE ERA BOA"
Ângela é uma bruxinha que sempre se atrapalha ao tentar fazer maldades, ao contrá­rio de suas colegas da Escola de Maldades. Ela conhece Pedrinho, um jovem lenhador com gostos bem parecidos com os seus. Porém, sua nova amizade e seu jeito bonzinho não agradam o grande Bruxo Belzebu III, que promete prendê-la na Torre de Piche.
Duração: 45 minutos |Classificação indicativa: Livre
 
COLETIVO AMARELO CROATA – "MINUETO DE SPRAY PARA BAIXO"
"Minueto de Spray para Baixo" é uma mistura de dança, teatro, música e grafite. Dois bailarinos-performers, um ator-baixista e um grafiteiro utilizam a improvisação para interferir esteticamente na vida pública, fazendo um delicado recorte poético no cotidiano, buscando se adaptar ao espaço e gerar estímulos para pequenas histórias de vidas, encontros e relações.
Duração: 60 minutos | Classificação indicativa: Livre
 
DJ RAFA BARRETO
Rafa Barreto é compositor, produtor e pesquisador musical e como DJ já se apresentou em festas da cena paulistana, como a "Bendita Festa", e em casas da capital paulista. Seu divertido set resgata um pouco do brega e inclui desde sambas antigos a produções contemporâneas da música independente,  africana variada, funk e cumbia.
 
PACKAW E A NAVE
Em formato intimista, a banda Packaw e a Nave apresenta um repertório formado por músicas de artistas que influenciaram sua carreira, como Zé Ramalho, Raul Seixas, Chico Science e Chico Buarque, além de apresentar canções autorais inéditas e antigos sucessos ao público.
 
CURTAS PONTOS MIS – "AMOR DE THANATOS" / "NINA"
Amor de Thanatos: Dir. Helena Guerra / 6 minutos, 2011
Nina: Dir. Rodrigo Zerbetto Chehda /14 minutos, 2012
Em "Amor de Thanatos", um cliente novo entra em uma barbearia. O barbeiro, no entanto, mal percebe sua presença, pois só tem olhos para sua mais nova paixão. Já "Nina" conta a estória de um clown que não difere a vida e a arte quando encontra seus próprios pensamentos projetados em outros dois personagens: a bailarina de circo e outro clown.
 
ORQUESTRA CONTEMPORÂNEA DE OLINDA
Idealizada pelo percussionista Gilú Amaral, a Orquestra Contemporânea de Olinda traz como marca duas das maiores "escolas" de referência da música pernambucana: a percussão e os sopros (com um quarteto de tuba, sax, trompete e trombone). Unem-se a eles, ainda, baixo, microkorg, guitarra, rabeca e um duo de vozes masculinas, numa formação surpreendente e nada convencional.
 
CURTAS PONTOS MIS – "UM DIA... E LOGO DEPOIS UM OUTRO" / "MOTO-PERPÉTUO"
Um dia… E Logo Depois Um Outro: Dir. Nando Olival e Renato Rossi / 9 minutos, 1997
Moto-Perpétuo: Dir. Caio Guerra / 8 minutos, 2013
Enquanto "Um Dia… E Logo Depois Um Outro" narra um dia, ou melhor, dois dias numa borracharia, "Moto-Perpétuo" apresenta a história de Leonardo, um violinista obcecado que tenta criar uma máquina para virar as páginas da partitura de forma automática, permitindo que ele toque seu instrumento eternamente.
 
KAROL CONKA
Karol Conka apresenta o repertório do seu primeiro álbum, "Batuk Freak", que mistura batidas graves e pesadas a ritmos regionais. Suas rimas chamaram a atenção de público e crítica e o trabalho recebeu elogios em todo o Brasil. Ganhando destaque em outros países, a cantora curitibana agora se prepara para seus primeiros shows em outras terras: Japão, França e Inglaterra em breve receberão sua música.
 
CURTAS PONTOS MISS – "LINHA DO MAR"
Dir: Felipe Vernizzi / 20 minutos, 2012
André é uma criança sonâmbula que foge todas as noites de casa para ir se deitar na areia da praia. Sua mãe passa a redobrar a atenção criando uma estratégia para perceber as fugas: uma linha de barbante amarrada entre ela e o filho. Quase 30 anos depois, André continua a sonhar com o mar, mesmo morando distante dele.
 
ULTRAJE A RIGOR
Há quase 30 anos na estrada, a banda Ultraje a Rigor mantém o ritmo acelerado de seus shows, com destaque para as letras bem humoradas do vocalista Roger. A banda preza pela perfeita sincronia de vocais e instrumentos, garantindo um público sempre fiel em suas apresentações.
 
BANDA PARALELA
Com uma formação básica de cinco sopros e duas percussões, a Banda Paralela procura resgatar a tradição das bandas brasileiras, mas com um enfoque inovador. A irreverência e a versatilidade também são visíveis nos figurinos dos músicos e o show da Paralela tem como principais características a descontração, o humor, o virtuosismo e a interação com o público.
 
CURTAS PONTOS MIS – "DESTIMAÇÃO" / PALEOLITO"
Destimação: Dir. Ricardo de Podestá / 13 minutos, 2012
Paleolito: Dir. Ismael Lito e Gabriel Calegario/ 6 minutos, 2013
Em "Destimação", um papagaio é seduzido pelas belas imagens de uma caixa de luz e atrapalha a convivência mórbida do recinto. "Paleolito", baseado no toy art de mesmo nome, mostra um homem das cavernas e seu aliado Paleolito, que assumem a missão quase impossível de caçar a mal-humorada Mamute.
 
PAULA LIMA
A cantora Paula Lima apresenta "O Samba é do Bem", seu primeiro álbum dedicado ao gênero, composto por 12 canções inéditas assinadas por grandes sambistas do país e escolhidos pessoalmente pela intérprete. As músicas trazem elementos fundamentais na trajetória de Paula Lima, cuja voz marcante já encantou plateias de todo o mundo.
 
CURTAS PONTOS MIS – "O GIGANTE" / "A ILHA"
O Gigante: Dir. Julio Vanzeler e Luis da Matta Almeida / 10 minutos, 2012
A Ilha: Dir. Alê Camargo / 9 minutos, 2008
Em "O Gigante", um gigante transporta a filha no seu coração. Assim, a realidade é conhecida através daquilo que ele lhe oferece, bem como das cópias que faz das realidades que desenha. Mas chega o tempo de a menina partir e ver a realidade por si. "A Ilha" apresenta ação, mistério e muito tchá-tchá-tchá por meio da história de um rapaz preso numa ilha.
 
OTTO
Membro original das bandas Mundo Livre e Chico Science e Nação Zumbi, nas quais conduzia a seção rítmica, o pernambucano Otto mostra dois shows bem distintos na VCP 2014. Em Araraquara e São José do Rio Preto, o músico apresenta o repertório de seu álbum mais recente, "The Moon 1111", com referências de Pink Floyd, Fela Kuti e Odair José. Em São José dos Campos e Registro, Otto celebra os 40 anos do álbum "Canta Canta, Minha Gente" (1974), de Martinho da Vila, com uma homenagem ao sambista com direção musical de Pupillo, da Nação Zumbi.