Festas e eventos em Registro - SP

Circuito SESC de Artes

Data: . - Registro

O Circuito SESC de Artes é realizado anualmente pelo SESC São Paulo. Seu intuito é promover a circulação e a difusão de ideias e manifestações artísticas, pautadas pela necessidade de ampliar o acesso mútuo entre público, artistas e produção.
 
Ao longo dos últimos catorze anos, o Circuito nasceu e se aproximou do modelo que se conhece atualmente, isto é, uma mostra de artes, criada exclusivamente para itinerar entre as cidades paulistas da região metropolitana, litoral e interior.
 
Em 2012, o Circuito apresentará 52 atividades em 88 cidades, divididas em sete roteiros, contando com a participação de 350 profissionais. Gratuita, a programação traz espetáculos de teatro, dança, música, circo, além de literatura, vídeo, artemídia e artes visuais, cujas apresentações se darão em praças, parques, teatros e outros espaços públicos.
 
Para isso, o SESC São Paulo se vale de seu espírito propositivo para instaurar momentos de suspensão no cotidiano das cidades onde aporta. Mais do que quebrar rotinas deseja-se romper percepções de mundo em que a permanência das coisas se mistura ao imutável e ao arcaico.
 
Ao ampliar o espectro da democratização da cultura no Estado, o Circuito SESC de Artes valoriza a perspectiva educativa que permeia as ações empreendidas pelo SESC São Paulo. Pretende-se, com isso, construir, bem como consolidar essa percepção, especialmente no tocante à formação de novos públicos e à educação pelos sentidos, francamente estimulada pelo contato com as artes.
 
DATAS E LOCAIS
Dias 28 e 29 de abril - São Vicente
Local: Praça Tom Jobim (Praia do Gonzaguinha)
Itanhaém
Local: Praça Narciso de Andrade (Centro Histórico)
A partir das 16h
 
Dias 05 e 06 de maio - Cananéia
Local: Praça Martin Afonso de Souza e Rua Pero Correia (Centro Histórico)
Registro
Local: Praça Beira Rio e Centro Cultural KKKK
A partir das 16h
 
PROGRAMAÇÃO
MÚSICA
A Curva da Cintura
Arnaldo Antunes e Edgard Scandurra (SP)
 
Parceiros há mais de 20 anos, o poeta, cantor e compositor Arnaldo Antunes e o guitarrista Edgard Scandurra apresentam o show A Curva da Cintura, homônimo ao álbum gravado por eles em 2011. No repertório, canções inéditas como Se você e Muito além, passando pelos sucessos Música para ouvir e Fora de Si, além de novas roupagens que homenageiam compositores que fizeram parte de suas formações musicais, como Lupicínio Rodrigues e o francês Serge Gainsbourg.
Arnaldo Antunes – voz / Edgard Scandurra – voz, guitarra e violões / Daniel Scandurra – baixo e violão / Michelle Abu – bateria e percussão.
Duração: 80 min.
Classificação: Livre
 
TEATRO
Folia Brasileira
Teatro de Mamulengo do Mestre Valdeck de Garanhuns (PE)
 
A peça apresenta o teatro de mamulengo tradicional, com música ao vivo e bonecos confeccionados artesanalmente, conta a história que se passa na fazenda do coronel Vicente Pompeu, onde uma grande festa está sendo programada para comemorar o noivado de sua afilhada Marieta com Simão, seu secretário. O coronel quer apresentações de danças e músicas folclóricas brasileiras. Para isso, ele deixa Simão encarregado dos preparativos que, com muita astúcia, conseguirá atrações autênticas da nossa cultura popular.
Antes de começar o espetáculo, o Mestre Valdeck de Garanhuns diverte a plateia tocando gaita e apresenta outros personagens, herança das feiras nordestinas onde esse tipo de teatro conquistou fama.
Concepção e direção: Mestre Valdeck de Garanhuns.
Mestre de Mamulengo: Valdeck de Garanhuns.
Músicas: Valdeck de Garanhuns e Philipe Antunes.
Instrumentistas: Oriquerê (sanfona), Caçula (triângulo) e Leandro Barbosa (zabumba).
Duração: 50 min.
Classificação: Livre
 
DANÇA
Dúplice
Rodrigo Cruz e Rodrigo Cunha (GO)
 
A trama é sustentada pela cumplicidade e o diálogo corporal que resulta num jogo físico, rítmico, cênico e sonoro. Dois intérpretes-criadores envolvem linguagens da dança contemporânea, do teatro-físico, do clown e da pantomima, além da percussão vocal, criando diálogos e reflexões que debatem sobre a condição e as atitudes humanas de nossa sociedade. O espetáculo é uma alusão às infindáveis duplas-pops que são formadas, especialmente no estado de Goiás, as quais ganham o título de sertanejas.
Direção artística: Rodrigo Cruz.
Autores-intérpretes: Rodrigo Cunha e Rodrigo Cruz.
Colaboradores: Erica Bearlz, Ernesto Gadelha, Souhail Assal, Valéria Braga.
Duração: 50 min.
Classificação: Livre
 
CIRCO
Mimicalado Show
Cia. Mimicalado (SP)
 
Mimi é um palhaço que se rebelou contra seu padrasto, proprietário do Circo Du Bufét, e que por isso foi abandonado em uma das cidades por onde o circo passou. Sozinho, ele decide que o show tem que continuar e se anima ao perceber que será o astro principal e seu próprio patrão. Usando de toda a experiência que ganhou na companhia do circo, Mimi cria seu próprio espetáculo: um inusitado e divertido show com malabares, mímica, equilíbrio, manipulação de chapéu e outras atrações. A Cia. Mimicalado nasceu em 2002, a partir da integração dos artistas circenses Leandro, Beatriz e Emilia, que trabalhavam juntos no Circo Spacial. Hoje, possui em seu repertório atividades como espetáculos, oficinas, palestras e performances que misturam técnicas de mímica e de circo.
Direção: Beatriz Calado.
Atuação: Leandro Calado.
Duração: 60 min.
Classificação: Livre
 
Irmãos Sabatino e o Maior Artista da Terra
Irmãos Sabatino (SP)
De 28/4 a 6/5
O espetáculo desafia as leis da física e da gravidade em esquetes cômicas, repletas de saltos acrobáticos, evoluções na barra fixa e palhaçadas. O Maior Artista da Terra mostra as múltiplas habilidades do indivíduo, provando que tamanho nem sempre é documento.
Direção: Irmãos Sabatino.
Elenco: André Sabatino e Martin Sabatino.
Duração: 60 min.
Classificação: Livre
 
LITERATURA
Histórias Ambulantes
Circo de Trapo (SP)
 
Com um carrinho de feira o grupo circula pelas praças e ruas oferecendo histórias e interagindo com o público. O objetivo é o de estimular o gosto pela leitura, de forma que ela se torne prazerosa e livre de obrigações. A Cia. Circo de Trapo é um grupo teatral que existe desde 2002, composto por atores, palhaços, mediadores de leitura e contadores de histórias, que desenvolvem trabalhos voltados para o público infantil e infanto-juvenil.
Elenco: Maria Cecilia Mansur Oliveira, Daniela Landin Baffi, Rosana Borges da Silva e Roberta Stein.
Classificação: Livre
 
ARTES VISUAIS
Observatório
Observatório (SP)
Oficinas voltadas para a sensibilização do público sobre as características estéticas do ambiente, tanto o natural quanto o urbano, possibilitando experimentar materiais e técnicas das artes visuais. O objetivo é o de estimular a contemplação e a percepção dos elementos que encontramos no espaço, além de ressaltar as diversas maneiras de criar objetos e imagens a partir das características observadas.
Oficineiros: Flavio Castellan, Alberto Tembo, Joyce Farias e Melissa Ferrauche.
Classificação: Livre
 
ARTEMÍDIA
Corpo Circuito
Núcleo Garagem (SP)
 
O público presente nas praças e ruas é convidado a participar de uma performance sonora coletiva. O objetivo é o de estimular os espectadores a se tocarem, formando um grande circuito eletrônico, que produzirá variações sonoras a partir do corpo de cada um. Trata-se de uma experiência processada em tempo real, que sugere aos participantes a noção de contato, de tomar parte numa rede corporal e produzir, por meio da presença individual, diferenças no contexto coletivo.
Oficineiros: Cláudio Bueno e Panetone.
Classificação: Livre
 
VÍDEO
Vídeos de Animação
Curtas-metragens (BR)
 
Exibição de curtas-metragens brasileiros de animação. Cada um dos roteiros contará com um programa diferente.
Curadoria: Thomas Larson.
Classificação: Livre
 
Passo
Um pássaro tenta escapar de sua gaiola.
Direção: Alê Abreu.
Duração: 4 min.
 
O Divino, de repente
Divino conta sobre sua vida amorosa e familiar de uma forma muito original.
Direção: Fábio Yamaji.
Duração: 7 min.
 
Fräulein Gertie
Um dia como outro qualquer na vida da Senhorita Gertie.
Direção: Tomás Creus e Lavinia Chianello.
Duração: 5 min.